Arquivo da tag: Soma in Kinderland

As Melhores Músicas de 2011 – Parte 8

19 DEZ
2011
1 Comentário

Por enquanto, a derradeira!

Publicado em Melhores do Ano por às 15:00
com as tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
Espalhe a palavra:
Facebook Orkut Twitter

Moda Estilo Clube da Luta: Como conseguir essa camiseta?

28 MAR
2011
Comente!

A Diesel lançou uma série especial de camisetas que não estão a venda, entretanto existe uma maneira de consegui-las.

O problema é descobrir qual.

Para ver as camisetas, acesse o Soma in Kinderland.

Publicado em Cool T-Shirts, Posts Rapidos por às 14:50
com as tags , , , , , , , ,
Espalhe a palavra:
Facebook Orkut Twitter

E Qual Foi a Melhor Música de 2010? Parte 03

23 DEZ
2010
3 Comentários

Mais pontos de vista interessantes.

Publicado em Melhores 2010, Melhores do Ano por às 18:00
com as tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
Espalhe a palavra:
Facebook Orkut Twitter

1000 Coisas Imperdíveis: Street Art Utilidade Publica

04 OUT
2010
2 Comentários

Um bom motivo para atravessar na faixa.

Publicado em Propaganda, Street Art por às 16:00
com as tags , , , , , , , , , ,
Espalhe a palavra:
Facebook Orkut Twitter

E qual foi a Melhor Música de 2009? – Parte 01

08 DEZ
2009
16 Comentários

Fizemos a pergunta aos amigos do Factóide. Veja (e escute) as respostas.

Publicado em Melhores @ 2009, Melhores do Ano por às 16:10
com as tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
Espalhe a palavra:
Facebook Orkut Twitter

Uma lição de Ben Watt

11 NOV
2009
2 Comentários

respectheader

De vez enquando vale lembrar de certas coisas.

Publicado em Música Eletrônica por às 16:35
com as tags , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
Espalhe a palavra:
Facebook Orkut Twitter

Como aquecer uma pista de dança!

14 NOV
2008
5 Comentários
Joel Mull (ou o Tobey Maguire?) sabe tudo de Warm Up!

Joel Mull (ou o Tobey Maguire?) sabe tudo de Warm Up!

O blog bilíngüe Soma in Kinderland trouxe uma série de dicas do DJ Sueco Joel Mull, que foram publicadas originalmente no Beatportal.

Te acordo  com as tradições suecas de discotecagem, a boa para quem vai fazer o warm up, ou o aquecimento da pista de dança, é:

1 – Conhecer quem tocou e quem tocará depois de você.

2 – Pegue leve, nada picos (bombação?!).

3 – Quanto maior, melhor. Um warm up não precisa ser corrido e apressado.

4 – Conecte-se com as pessoas.

5 –  Prepare-se. Afinal, você precisa tocar a música certa para o local certo.

6 – Não toque músicas (tracks) longas. Seu trabalho é criar o ambiente para que o DJ principal da noite possa tocar as músicas para encher a pista.

7 – Sem música e mais batida. Fuja dos grande breaks e procure a música mais percussiva.

8 - Organize suas músicas.

9 –  Não atropele ou apresse as mixagens. O que importa é levar a pista e envolve-la com o tempo.
10 – Use a tecnologia sabiamente.


11 – O tamanho do ambiente importa. Salas grandes = músicas energéticas. Terraços = Minimal espacial, efeitos e percussão.
12 – As músicas de encerramento (do set). Evite fechar o set com uma música que deixe a pista com as mãos para o alto, faça com uma track plana, que não chame atenção e seja fácil de mixar.

13 -  Paciência. A casa pode estar cheia, o público pode estar pedindo para você pegar mais pesado (Nota do Factóide: Aceleeeeeeeeeeeeeera),  mas você deve controlar os ânimos.
14 – Hipnotise. Se você conseguir que as pessoas fechem os olhos e sintam verdadeiramente a música, você fez um trabalho soberbo. 

Fonte: Soma in Kinderland (Tradução porca da matéria é pelo Factóide mesmo).

Vocês pensaram o mesmo que eu?

O Joel Mull já deve ter sido muito sacaneado por warmupers mundo afora (aqui em Cuiabá, a gente já viu muito DJ puxando tapete da atração principal, inclusive tocando várias tracks da mesma, tirando muito do tchan da apresentação do gringo ou nacional que estrelavam a festa).

Entretanto, o que ele propõe é um pouco demais, não?

Não dá também para o cara que vai fazer o warm up só cozinhar a galera, ele pode e deve mostrar que “tem sangue correndo pelas veias”.

Como sempre o equilíbrio da o tom, não da para aparecer mais que a atração principal, nem é bom ser o poodle do Joel Mull.

por Gabriel Lucas.

Publicado em Música Eletrônica por às 13:11
com as tags , ,
Espalhe a palavra:
Facebook Orkut Twitter