Cerveja

Segui o ganso e nada aconteceu

05 AGO
2016
Comente!

bcbs em falta
Muitas pessoas se prepararam para ir para frente do computador na noite do dia 04 de agosto de 2016, não para comprar um ingresso para show ou evento esportivo, mas sim para comprar uma garrafa de cerveja de cem reais.

Eu fui uma delas.

O combinado era o seguinte: algumas garrafas da Bourbon County Brand Stout 2015 estariam a venda no site Empório da Cerveja, às 20 horas de Brasília do dia 04 de agosto de 2016 (o dia que é comemorado o IPA Day, que ironia). Um e-mail alertaria o inicio das vendas.

Meia hora antes do horário marcado, o site Follow the Goose indicava que faltava mais de uma hora  (provavelmente por que na hora de programar o sítio eletrônico, se esqueceram que há mais de um fuso horário no país), ignorei o cronometro, fiz o log in na loja, procurei sem sucesso pela página de venda da BCBS e então fui aguardar o e-mail.

O e-mail chegou faltando seis minutos para o horário combinado, não levava à página onde o produto estava sendo vendido e esses momentos preciosos me fizeram chegar à página de venda quando faltavam apenas seis garrafas, de um total de cento e cinquenta ofertadas.

Doce ilusão, não foi dessa vez.

A quantia de 150 garrafas das 672 que vieram para o país não deram para a venda chegar no horário marcado pelos organizadores.

Para alguns foi mais fácil, já que na noite do dia 04 também aconteceu um lançamento da BCBS no Empório Alto de Pinheiros em São Paulo, com distribuição de doses aos convidados.

A resp

A resposta do Empório da Cerveja/AMBEV.

Ainda haverá um lançamento ao público no mesmo EAP, com venda de 50 garrafas e de doses, a 20 reais.

Pode ter sido uma estratégia para vender a BCBS em valores maiores em breve, mas é fato que muita gente ficou chateada por se programar para a venda on-line e ela ter sido tão frustrante.

A existência de outro lote “a mão” de uma cerveja exclusiva me fez perguntar qual é a produção anual da Bourbon County?

Para começar a responder essa pergunta, encontrei uma reportagem do ano passado do Chicago Tribune, onde a Goose Island afirma que em 2015, a produção da BCBS foi de 4.500 barris.

Já o Beeronaut contou (em um post bem legal diga-se de passagem) que a cerveja começou a ser feita utilizando barris usados da destilaria que produz o Jim Beam.

Hoje, se utilizam de barris de várias destilarias, mas um barril de Jim Beam geralmente consegue abrigar 200 litros de liquido. As destilarias de bourbon se utilizam de barris de até aproximadamente 700 litros, mas fotos do Beeronaut mostram que o tamanho é meio uniforme.

Armazém da Goose Island em Chicago. Por Mark McDermott – Beeronaut.

Se forem barris de 200 litros mesmos, são 900.000 litros possíveis em um ano.

Desprezando uns 400 mil litros entre perdas e cerveja servida on tap, ainda sobrariam um milhão de garrafas de Bourbon County Brand Stout.

É sério que só sobraram 672 garrafas para o Brasil?

PS: Esse post deve revelar minha opinião pessoal sobre o tema desse outro texto.

Publicado em Cerveja por às 16:20
com as tags , , , ,
Espalhe a palavra:
AddThis Delicious Facebook Google Buzz MySpace Orkut Posterous Tumblr Twitter

Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/factoide/public_html/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1044