Melhores do Ano, Música

As músicas de 2013 – Parte 03

19 DEZ
2013
1 Comentário

a-musica-do-ano-2013
2013 em uma música por pessoas bem estimada por esse blog.

Quem? Tyrannus Melancholicus
Por que? Portal de cultura Made in Cuiabá por Fátima Sonoda e Lorenzo Falcão.
Qual? Gothan Project e Fado, de Carlos Saura.

Imagem de Amostra do You Tube Imagem de Amostra do You Tube

Deu um crepe no hd da nossa tv paga. Maior merda. Perdemos uma pacoteira de musicais gravados que sempre urravam na tv da sala. Foram-se coisas incríveis, entre elas, os dois links abaixo. Uma pedacito do Gotan Project, ao vivo, em Paris; e também trecho do musical Fado, de Carlos Saura. Coisas que sempre botávamos pra rolar e que nos deixavam em estados alterados de consciência.

Quem? Fabricio Santos
Por que? Autor do FullPintBR e um dos blogueiros de cerveja que mais gosto.
Qual? Flogging Molly – The Son Never Shines (On Closed Doors)

Imagem de Amostra do You Tube

Gostei muito de ter descoberto Flogging Molly este ano.

Quem? Vinicius Miguel
Por que? O Viní, que sempre mandou um ótimo material para o Factóide, foi um dos caras que me instigou a conhecer mais o trap e afins.
Qual? Kanye West – No Church In The Wild; Mc Daleste – O Gigante Acordou; MC Daleste – São Paulo; IMDABES; A$AP Ferg – Shabba (Explicit) ft. A$AP ROCKY; Blood On The Leaves – Kanye West

É dificil escolher apenas uma, muita coisa rolou esse ano e sempre tem uma trilha sonora pra cada, né? Vou passar aqui as que eu achei mais marcantes, na ordem em que eu for lembrando.

Na época dos protestos, era impossivel olhar pro que tava rolando nas ruas de SP e não lembrar do clipe de “No Church In The Wild”, do Kanye com o Jay-Z. Sempre vou me lembrar daqueles dias ouvindo esse som e sempre vou lembrar desse som pensando naqueles dias.
Imagem de Amostra do You Tube

Posteriormente, houve o triste episódio do assassinato do MC Daleste. Antes disso, ele havia feito uma música sobre os protestos e tudo mais, que muita gente só veio conhecer depois de sua morte: “O Gigante Acordou”

Imagem de Amostra do You Tube

Porém, o que viria mesmo a marcar esse espaço de tempo seria a musica cujo clipe ainda não havia sido lançado, “São Paulo”. Talvez alguns discordem de mim, mas quem mora em periferia sabe o quanto essa música ecoou pelas ruas em sons automotivos. E, na minha opinião, esta foi a música que encerrou o ‘auge’ do funk ostentação. Depois dela não vi mais nada nessa linha que causasse impacto entre o pessoal que gosta de funk:

Imagem de Amostra do You Tube

Agora, se teve um som daqueles que marca pra uma mesma galera que curte o rolê junto e tal, aquele som que quando toca um olha pro outro e todo mundo dá risada, faz as dancinha e tudo mais, foi esse aqui:

Imagem de Amostra do You Tube
“IMBDABES” hahaha

Aliás, um não. Dois!
“Asap Ferg – Shabba”
Imagem de Amostra do You Tube

Em agosto foi quando eu fiz talvez a minha melhor gig desse ano, ao lado do Sants, pelo Blanka Krew na festa A$$.
Na época, tava todo mundo bastante empolgado com o Yeezus e eu e o Diego estávamos principalmente em relação à “Blood On The Leaves”, cujo instrumental é do TNGHT, duo de quem somos muito fãs. Então decidimos abrir o set com essa faixa. Quando ela começou a tocar eu subi na mesa e comecei a interagir com o publico, cantar junto e tal… No drop a pista se incendiou e, assim foi até o final do set.
A vibe foi incrivel!

Imagem de Amostra do You Tube

E como menção honrosa, tem “Suit & Tie” do Justin Timberlake, acho que ele foi muito bem nesse ano, escutei muito os dois albuns lançados e o show dele foi o que eu mais gostei de ver na transmissão do Rock in Rio.
“Zouk Flute” do Buraka Som Sistema, pois é uma faixa que hoje é indispensável nos meus sets, toquei muito esse ano e, pra mim, é a melhor faixa de zouk bass. Uma das palavras que mais ouvimos/lemos nesse ano foi “twerk” né?
Acho que um dos maiores culpados (se não o maior) é o Diplo, nome que vimos muito também. Eu citaria “Express Yourself” ou “Bubble Butt”, que não são de 2013 mas estiveram em alta esse ano.

Quem? Andrés Leal
Por que? Cara, você não conhece o Andrés?
Qual? Daft Punk – Lose Yourself to Dance

Imagem de Amostra do You Tube

Achei que esse disco todo ficou incrível, mais gosto bastante dessa faixa, os caras na verdade conseguiram deixar todas as faixas com características bacanas e diferentes. O Daft Punk se reinventou nesse novo álbum nostálgico com parcerias fodas!

Quem? Joca Vidal
Por que? Um cara que sempre está envolvido com o que há de mais legal no Rio.
Qual? Lord Echo – Molten Lava feat. Leila Adu

Imagem de Amostra do You Tube

PS: Veja  também as partes 02 e 04.

Publicado em Melhores do Ano, Música por às 08:28
com as tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
Espalhe a palavra:
AddThis Delicious Facebook Google Buzz MySpace Orkut Posterous Tumblr Twitter